Associação Padre Victor

Artigos › 19/11/2019

Amar com o amor de Deus

Deus quer o nosso coração para Ele! Repito, mais uma vez, para que essa frase fique gravada em sua mente: “Deus quer o seu coração inteiro para ele!” Enquanto o seu coração não for só de Deus, você não será totalmente feliz e sempre sentirá que falta sempre alguma coisa. Você e eu fomos criados por Deus e para Ele. A nossa essência é ser de Deus e não há como negar. Só que a vida, muitas vezes, se encarrega de nos distrair e nos levar para longe deste Pai tão amoroso e misericordioso, que está sempre de braços abertos a nos esperar. Deus sofre com as nossas ingratidões e com o nosso coração dividido por tantas coisas.

Santa Teresa de Jesus, doutora da Igreja, em uma fase atribulada de sua vida afetiva começou a fraquejar em seus sentimentos, foi aos poucos se envolvendo com um rapaz a quem prestava direção espiritual. Um certo dia, se dirigia Teresa para atendê-lo e, no caminho, apareceu para ela Jesus todo chagado e disse: “Teresa, é isso que você faz comigo todas a vezes que o seu amor não é reto e puro!”. Muitas vezes, fazemos isso com Jesus; em vez de colocarmos bálsamo em suas chagas, o ferimos mais.

O nosso amor precisa ser puro; e reta deve ser sempre a nossa intenção. Somos muito carentes e necessitados de afetos humanos, uns menos, outros mais. Mas todos nós, sem exceção, o somos. Não posso deixar de dizer para você que o afeto humano não preenche o coração de ninguém. Mas o amor divino, que passa pelo humano, preenche!

Deus tem lugar no seu coração?
Por isso, antes de amar com o nosso amor, precisamos amar com o amor de Deus. Esse é o amor puro, esse é o amor santo. Não podemos deixar que nada nem ninguém ocupe, em nosso coração, o lugar que é de Deus. Não digo a você que é fácil disciplinar o nosso coração para viver isso; é preciso muita disposição e constância; é preciso muita oração e mortificação. Não é algo para hoje, muito menos para amanhã, é para a vida inteira! Mas também não posso negar que é gratificante, não posso negar que o coração que é todo de Deus, goza de profunda paz e incessante alegria.

Não pense que dar o seu coração a Deus é fechá-lo ao amor das pessoas; muito pelo contrário, dar o seu coração a Deus é dá-lo ao outro, pois aquele que diz: “Amo a Deus mas odeia seu irmão é mentiroso!” (I João 4,20).

Dar o coração a Deus é inflamar-se da caridade e incendiar com o amor divino a vida dos nossos irmãos. Dar o coração a Deus é serviço; é estender a mão para os irmãos que necessitam de nossa ajuda. Quando entregamos o coração a Deus não o perdemos, e sim ganhamos. E ganham também aqueles que estão ao nosso redor.

Quando entregamos o nosso coração a Deus, entregamos a Ele toda a nossa vida, abrimos a porta para que Ele entre e faça morada em nós, rompemos com as prisões de nossa vida e experimentamos a verdadeira e total liberdade.

Pare agora e reflita:
Hoje, como está o seu coração? Será que você já está neste processo de entregá-lo totalmente a Deus? Será que você insiste em ser dono de um coração, que Deus lhe deu para ser d’Ele em primeiro lugar? Será que você está usando o seu coração da maneira correta? Deus quer dar uma guinada em sua vida, mas não se esqueça: essa guinada só acontecerá se você entregar, por inteiro, seu coração a Ele!

Que Deus abençoe você!

João Paulo Medeiros

Fonte: CN

Rádio - Associação Padre Victor
X