Associação Padre Victor

Notícias › 23/06/2014

Francisco condena toda prática de tortura

Papa-Francisco-dlwbr7175623-f3Após a oração mariana do Angelus deste domingo, 22, o Papa Francisco condenou toda forma de tortura e pediu aos católicos que trabalhem para aboli-la, assim como para ajudar as vítimas e suas famílias.

“O próximo 26 de junho é o Dia Internacional das Nações Unidas de apoio às vítimas da tortura. Nesta circunstância, reitero a firme condenação de toda forma de tortura”, disse Francisco aos fiéis presentes na Praça São Pedro.

“Torturar as pessoas é um pecado mortal, um pecado muito grave”, repetiu o Papa.

A data foi instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1997. A data, 26 de junho, é o dia em que foi assinada a Convenção contra a Tortura, criada em 1987 pelos Estados-membros da Organização.

O objetivo do dia é, além de apoiar as vítimas dessa repulsiva prática, combater a execução de atos de tortura por parte dos órgãos repressivos dos Estados, e criar condições de amparo solidário, material e psicológico às vitimas.

Apesar de combatida, em diversos países a tortura é aplicada sistematicamente como política repressiva e de investigação. No caso específico da América do Sul, ela foi adotada por todos os regimes ditatoriais militares no século XX.

Por Rádio Vaticano

X