Associação Padre Victor

Notícias › 10/04/2014

Tráfico humano é delito contra a humanidade, reitera Papa

trAfico-de-pessoasUm delito contra a humanidade. Esta foi a definição usada pelo Papa Francisco, nesta quinta-feira, 10, para falar do tráfico humano. O Santo Padre foi até a sede da Pontifícia Academia das Ciências para um encontro com os participantes da conferência internacional dedicada à problemática do tráfico de pessoas.

Francisco enfatizou que esse tipo de comércio é uma chaga no corpo da humanidade contemporânea, uma chaga na carne de Cristo, um delito contra a humanidade. Ele falou do tráfico de homens, mulheres e crianças como se as feridas na “carne de Cristo” estivessem na sua própria carne.

Para o Papa, este é um triste fenômeno, um campo de luta. Estando, hoje, face a face com os participantes de uma conferência sobre esse crime, ele teve a oportunidade de expressar a sua indignação, sobretudo a urgência da solidariedade, inspirada na fé, com as vítimas desse crime.

“É um encontro importante, mas é também um gesto da Igreja e das pessoas de boa vontade que querem gritar ‘basta!’ (…) O fato de nos encontrarmos, aqui, para unir os nossos esforços significa que queremos que as estratégias e as competências sejam acompanhadas e reforçadas pela compaixão evangélica, pela proximidade aos homens e mulheres que são vítimas desse crime”.

Francisco também aproveitou seu discurso para agradecer às Conferências Episcopais de Inglaterra e Gales por terem organizado a conferência. Na audiência, também estavam presentes autoridades de polícia que combatem o tráfico humano e agentes humanitários, chamados a exprimir, sobretudo, acolhimento e calor humano às vítimas.

“São duas abordagens diferentes, mas que podem e devem andar juntas. Dialogar e confrontar-se a partir destas duas abordagens complementares é muito importante. Por este motivo encontros como este são de grande utilidade, diria necessário”.

Por canção Nova, com Rádio Vaticano

X