Associação Padre Victor

Notícias › 26/05/2014

Veja como foi a manhã do Papa em Israel, último dia de visita

visita_papa_holocaustoPapa Francisco encerra sua viagem à Terra Santa, nesta segunda-feira, 26. A paz tem permeado todas as colocações do Papa, que, hoje pela manhã, já realizou várias atividades em Jerusalém, incluindo visitas a líderes religiosos e políticos.

O primeiro compromisso de Francisco foi a visita ao Grão- Mufti de Jerusalém e de toda a Palestina, xeque Muhamad Ahmad Hussein, na esplanada das mesquitas. Na ocasião, o Santo Padre lançou um apelo: “Respeitemo-nos e amemo-nos uns aos outros como irmãos e irmãs! Aprendamos a compreender a dor do outro! Ninguém instrumentalize, para a violência, o nome de Deus! Trabalhemos juntos em prol da justiça e da paz!”.

Em seguida, Francisco dirigiu-se ao Muro Ocidental em Jerusalém, o Muro das Lamentações, lugar que hoje é de culto central do Judaísmo. Lá, ele depositou um bilhete com a oração do Pai Nosso. Ele também prestou uma homenagem no Monte Herzl, que leva o nome do fundador do Movimento Sionista, em 1897, Theodor Herzl.

Francisco também visitou o memorial de Yad Vashem, monumento em memória do Holocausto, onde fez um discurso em que recordou os horrores de que o homem já foi capaz. “Eis-nos aqui, Senhor, com a vergonha daquilo que o homem, criado à Vossa imagem e semelhança, foi capaz de fazer. Lembrai-Vos de nós na vossa misericórdia!”.

Em seguida, houve a visita de cortesia aos dois Grão-rabinos de Israel no centro Heichal Shlomo, perto da Grande Sinagoga de Jerusalém. Ele destacou como pode ser frutífera a boa relação entre católicos e judeus. “Juntos, poderemos dar uma grande contribuição para a causa da paz; juntos, poderemos, num mundo em rápida mudança, testemunhar o significado perene do plano divino da criação; juntos, poderemos opor-nos, firmemente, a todas as formas de antissemitismo e restantes formas de discriminação”.

A manhã terminou com encontros políticos. Francisco fez a visita de cortesia ao presidente do Estado de Israel, Shimon Peres, no Palácio Presidencial em Jerusalém. Ele também reuniu-se, em audiência privada, com o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu.

Às 9h30 (horário de Brasília), ele fez uma visita privada ao Patriarca Ecumênico de Constantinopla, depois se encontrou com sacerdotes, religiosos e seminaristas na igreja do Getsêmani, perto do Jardim das Oliveiras. Seu último compromisso foi a celebração da Missa com os Ordinários da Terra Santa e com a comitiva papal.

Francisco deixa Jerusalém às 13h30 (horário de Brasília), participa da cerimônia de despedia às 14h no aeroporto de Tel Aviv e retorna, enfim, para o Vaticano.

Por Canção Nova

X